O Resgate do Soldado Rourke

rourke2É incrível como um único filme pode tirar uma carreira do limbo.

Quentin Tarantino, por exemplo, é o mestre em fazer filmes-que-tiram-carreiras-do-limbo. Ele salvou John Travolta da miséria com Pulp Fiction, trouxe Pam Grier de volta com Jackie Brown e ressuscitou David Carradine como o badass e alvo de Uma Thurman em Kill Bill

Agora é Mickey Rourke quem está ganhando uma segunda chance em Hollywood – sem nenhum envolvimento do Tarantino, acredite. 

Se você está na casa dos vinte e poucos anos não deve conhecer muito do trabalho do cara (eu não conheço), já que ele fez certo sucesso lá na década de 80. Os únicos filmes que vi dele (como coadjuvante/quase figurante) foram Sin City, Chamas da Vingança e O Homem que Fazia Chover, a chatice jurídica do Coppola. 

Mas agora ele é o homem da vez. Protagonista do elogiado filme do diretor Darren Aronofsky, O Lutador (The Wrestler), que venceu o Leão de Ouro em Cannes ano passado, Rourke renasce das cinzas e já está escalado como um dos vilões de Homem de Ferro 2 (ao lado do também recém-renascido Robert Downey Jr.). 

Sinceramente, não entendo todo esse hype em torno do cara. O Lutador deve mesmo ser um puta filme (gosto de todos do Aronofsky), e o velhaco cheio de plástica tem grandes chances de levar o Oscar de Melhor Ator. Mas até aí, falarem que 2009 é o ano “Mickey Rourke”, não faz sentido algum. 

Teremos Watchmen em 2009, pelo amor de Deus! 

Enfim, acho que depois de Homem de Ferro 2, o cara vai sumir de novo. Assim como Pam Grier, David Carradine e outros mortos-vivos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s