Resenha: Foi Apenas Um Sonho

revolutionary_road_xlg2

O novo trabalho do diretor Sam Mendes não me surpreendeu, mas também não me decepcionou. Eu diria que a produção é um Beleza Americana menor,  mas ainda assim um bom filme. 

O destaque, claro, são as atuações do casal Titanic, Leonardo DiCaprio e Kate Winslet. Difícil dizer quem está melhor. Os dois comovem, os dois brilham. Quando dividem cena com o excepcional Michael Shannon (indicado ao Oscar® de Melhor Ator Coadjuvante pelo papel), a tela pega fogo e somos brindados com o melhor do filme. 

A trama, adaptação da obra de Richard Yates, segue de perto o relacionamento do casal, desde o primeiro encontro até sua mudança para a Revolutionary Road, num subúrbio de Nova York em plena década de 50. April (Winslet) fica em casa cuidando dos filhos, enquanto Frank (DiCaprio) vai todo dia para o trabalho que odeia. A rotina segue bem até o momento em que os dois decidem morar em Paris. 

Jack e Rose..ops..April e FrankNão espere uma linda história de amor. O filme é denso, com diálogos pesados e cenas bem dramáticas. Fato: você vai sair do cinema mais triste do que entrou. 

Foi Apenas Um Sonho está longe de ser brilhante. Mas é competente e comovente. Gostei. 

Nota: 7,5

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s