Resenha: X-Men Origens – Wolverine

x_men_origins_wolverineVou direto ao ponto: o filme-solo do Wolverine é uma decepção. Se os três filmes sobre os X-Men provaram que HQs e seus fantasiosos personagens podiam transitar com classe sobre a película, X-Men Origens: Wolverine desperdiça todo o sólido histórico desenvolvido por Bryan Singer e mantido – com certas liberdades – por Brett Ratner, com uma trama chocha, molenga e fragmentada.

O filme começa muito bem e segue interessante até as primeiras cenas de ação. Depois, a história perde o ritmo e vira um embolado de equívocos: personagens desnecessários, furos no roteiro, infidelidade com a HQ, desrespeito de continuidade com os outros filmes e por aí vai.

E por falar em cenas de ação, elas são mal-encenadas e malfilmadas. Afinal, se a versão que vazou na Internet tinha efeitos inacabados, que versão foi esta que eu vi no cinema então? Com efeitos quase acabados? Chegando-lá-de-acabados? Porque de especiais eles não têm nada: são feios, toscos e vergonhosos de tão malfeitos. Os nove anos que separam este do primeiro X-Men provam que não basta uma “simples” evolução tecnológica; é necessário que as pessoas que fazem uso dela saibam, hm, o que estão fazendo oras (detalhes bobos, como falhas nos recortes de Chroma Key, são perceptíveis). E mais, toda vez que Wolverine tira suas garras para fora (ainda bem que só as garras, né?), fica claro que elas são feitas em computação gráfica; sensação esta que não lembro de ter tido nos outros filmes da série.

Mas acalme-se, nem tudo é desastroso em Wolverine. Hugh Jackman ama o personagem que o lançou ao estrelato, e,  por isso, assim como nas outras vezes, ele se esforça ao máximo e faz um bom trabalho em cena – ainda que esteja mais bonzinho e menos ranzinza que de costume. Liev Schreiber com seu cínico e excelente Dentes-de-Sabre representa uma das bases fortes do filme e rouba atenção toda vez que aparece. Ah sim, e finalmente podemos ver Gambit em carne e osso. Apesar de pouco tempo cena, o malandro das cartas quentes tem uma divertida participação. Quem sabe com a grana que Wolverine vai fazer nas bilheterias, o mutante também não ganhe uma aventura solo?

Por fim, digo que sou um grande fã da obra do quadrinista Stan Lee (que aqui não faz àquela figuração especial) e vibrei muito nas três vezes que vi os mutantes ganharem vida no cinema. Infelizmente, X-Men Origens: Wolverine parece ter sido feito às pressas, e não fez jus à história de um dos personagens mais importantes da série.

Uma pena Hugh Jackman, mas fica pra próxima, tá?

Nota: 6,0

Anúncios

6 comentários

  1. eu nem acredito que concordo com tudo que está escrito…. foi um lixo! Muito ruim! Estou muito desapontada!!!! Uma história com um super potencial foi jogada no lixo com esse filme! Triste demais…..

    Minha nota é 4 porque imagino que ficaria entediada mesmo se eu não fosse fã de x-men…. Acho que o filme não vai agradar nem o público mais distante…..

    1. Que merda que a minha primeira grande decepção do ano tenha sido com “Wolverine”, um filme tão aguardado por nós. =(

      Mas nada de pânico. São muitos os filmes ruins que ganharam ótimas continuações. E como ele já está fazendo uma grana preta pelo mundo, em breve teremos o anúncio oficial da sequência (com um novo diretor, se Deus quiser).

      Fica triste não.. semana que vem tem “Star Trek”, depois tem “Exterminador”, depois “Transformers”, “Where The Wild Things Are”… rs

  2. eu rápida?? Mais rápido foi vc que fez a resenha no mesmo dia que a gente foi no cinema!

    ai… velhos…. é triste, né? A decepção foi grande mas já assisti outros filmes para me recuperar! hehehehehe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s