Anime-se

Se você bateu o olho no “Assisti Ontem” da última semana, deve ter percebido que assisti a alguns Animes (aqueles desenhos animados japoneses).

Acontece que nunca tive o interesse por este tipo de animação. Não por preconceito, nem nada; apenas preferia as ocidentais (leia Disney/Pixar).

A Viagem de Chihiro

Bom, isso até eu ver A Viagem de Chihiro, obra-prima vencedora do Oscar® de melhor animação em 2003. Sem exagero, foi como despertar para e em um mundo novo, um lugar onde a criatividade brota em cada fala, em cada cor, em cada delicioso personagem. Entusiasmado com o filme de Hayao Miyazaki, não resisti e me deixei levar por outras obras do gênero, tão geniais quanto Chihiro.

Por isso, meus caros, esse post traz dicas de DVD e também um alerta: não faça como eu, não perca tempo e entre no mundo dos animes agora, já, imediatamente!

Clique no pôster para ver o trailer (menos no Sr. Miyaza!).

Akira

A Viagem de Chihiro

O Castelo Animado

Tekkonkinkreet

SteamboyHayao Miyazaki

Vi até agora e recomendo: Akira (1988) é o anime que influenciou muita coisa no cinema (e é, para mim, tão perturbador quanto 2001: Uma Odisséia no Espaço); A Viagem de Chihiro (2001) é lindo demais e traz uma história que capta, como nenhuma outra, os encantos e angústias da infância; O Castelo Animado (2004) tem uma trama repleta de fantasia e talvez seja o meu preferido de todos; Tekkonkinkreet (2006), assim como Akira, usa a cidade como pano de fundo para uma história sobre violência e, sobretudo, amizade. Não é um filme fácil, mas seu roteiro é mais poderoso que um Pokémon nível 100; Steamboy (2004) é a produção mais grandiosa de todas (dizem ser a animação japonesa mais cara da história) e também a mais “pé no chão”: nada de bichinos falantes ou garotos voadores nesta história sobre ganância, poder e máquinas.

E em janeiro chegará aos cinemas brasileiros a nova obra de Miyazaki, Ponyo.

Estarei na sessão de estreia. E você?

;-)

p.s: post dedicado à Eli, a “culpada” por esta minha nova paixão.

Anúncios

9 comentários

  1. Aconteceu isso comigo quando assisti “A Viagem de Chihiro”. Aliás, comprei o DVD por uma bagatela sem ter assistido, apostando que eu ia adorar. E foi o que aconteceu!! Descobri um mundo novo e fantástico, que estava ali esperando para ser descoberto. A viagem é tanta, que sempre fico com a impressão que é uma tentativa do mestre Lynch no mundo das animações… rs

    PS: mas infelizmente acabei vendo só ele. Depois dos seus comentários fiquei com vontade de tirar o atraso também!

    1. Ainda não sei pq demorei tanto pra ver “Chihiro”. Mto burro.

      Cara, tire o atraso, sim. Vale MUITO a pena.
      Esses filmes são uma puta fonte de referência. Obras de arte mesmo.

      Abraço!

  2. Eu, particularmente, gosto muito de animes e das mensagens por trás de cada desenho… Que bom que você aderiu a essa paixão!

    Não tive a oportunidade de ver Viagem de Chihiro que você recomendou, mas vou ver se consigo alugar, pois já estou querendo ver há tempos!

    Beijooos! Parabéns pelo Blog!

    1. Olha, Amanda. Não sei como não vi a estes filmes antes. São sensacionais!

      “Chihiro” é uma coisa de outro mundo. Assista o quanto antes.. rs

      Beijo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s