A Era do Gelo 3

Resenha: A Era do Gelo 3 (em 3D)

A Era do Gelo 3Não tem como. Sempre que uma continuação é lançada, é inevitável surgir a comparação com seu(s) predecessor(ers). Portanto, vamos à pergunta: esta terceira parte é melhor que as anteriores?

SIM. É melhor porque tem como aliada não só a evolução da técnica de animação, como também o – já recorrente – uso da tecnologia 3D. Neste episódio, os movimentos (e pelos) dos personagens estão mais fluídos, a textura do ambiente é rica em detalhes, bem como os efeitos de luz e a liberdade na movimentação da câmera impressionam (para este último caso, cito a cena em que Diego persegue uma presa logo no início, e na dança de tango de Scrat e sua “mina”).

NÃO. A história é idêntica a dos outros filmes: personagens partem do ponto A em direção ao ponto B para entregar um bebê, fugir do degelo, salvar o Sid. Sem contar que achei todo aquele drama familiar do mamute um pé no saco. O Blue Sky Studios ainda tem muito o quê aprender com a Pixar, quando o assunto é roteiro (bom, e todo o resto também).

SIM. Realmente, o uso do 3D é incrível. Talvez o melhor que eu tenha visto este ano, depois de Coraline. A profundidade de campo enche os olhos e a tecnologia é muito bem empregada (mesmo que de forma gratuita em alguns momentos). A coisa fica boa mesmo principalmente nas cenas em que vemos os grandes abismos ou personagens voando no céu. Lindo.

NÃO. Em A Era do Gelo 3 as piadas estão mais infantis (pum, meleca) e não conseguiram arrancar nenhuma gargalhada minha, apenas risinhos bobos. O que, convenhamos, não é um problema, mas tem-se de levar em conta que o público adulto consume – e muito – este tipo de filme. Fail.

SIM. Salvo, claro e como sempre, as cenas do esquilo Scrat, que agora tem uma trama só para ele e não apenas cenas jogadas. Aliás, a sequência das bolhas é, para mim, brilhante e a melhor dele em toda a trilogia. A adição do personagem Buck (o do tapa-olho) ao grupo também contribui muito ao humor do filme. É dele as melhores cenas do filme. Ponto pros caras.

TALVEZ. E, se a comédia deixou a desejar nesta terceira parte, o mesmo não pode ser dito do tom de aventura. A Era do Gelo 3 é um filme lotado de ótimas cenas de ação e um prato cheio para quem gosta de fortes emoções (ok, exagerei). E, apesar do roteiro ser bem fraquinho, ele resolve bem algumas questões, como a incoerência na cronologia: “Gostava mais de vocês quando estavam extintos”, diz Manny a um dinossauro. Pronto, resolvido.

PLACAR FINAL. Graças a um visual de cair o queixo, ao bem-sucedido uso da tecnologia 3D e à boa dose de ação, desço do muro e digo que, sim, A Era do Gelo 3 é o melhor episódio da série até agora. Não que isso seja muito, já que acho as primeiras produções bem regulares.  =p

Nota: 7,5

Estreias – 03 de julho/09

To com uma preguiça colossal de escrever sobre as estreias de hoje (sem contar que estou atolado de trampo).

Mas oh, nesse fim de semana rola A Era do Gelo 3 – assista em 3D de preferência – e uns filmes franceses loucos.

Clique nos pôsteres para conferir os trailers.

inimigoparisCasamento SilenciosoSummer Hours

Aliás, to pensando em matar a seção “Estreias”. O que acham? Vai fazer falta?