Pôster

Capitão América – Teaser Pôster

Não gosto do personagem e estou achando que esse filme vai ser uma bomba. De tudo mostrado até agora da produção, só este pôster me empolgou.

Achei beeeem foda!

Anúncios

Homem de Ferro 2 – Pôster final

Eu já não tinha curtido muito as artes teaser, como falei aqui e aqui. Afinal, o mínimo que se espera de um filme como esse, são pôsteres bem-feitos, bonitões, que dá vontade de ter na parede do quarto. Foi assim com O Cavaleiro das Trevas, foi assim com Homem-Aranha e por aí vai.

Daí me fazem um cartaz como esse aqui embaixo. Reparem que merda!

Uma breve análise depois da imagem.

Vamos começar pelo fundo “vai-chover-pra-caralho”. Pra quê isso? Pra gerar tensão? Pra mostrar que o “tempo fechou” para o Homem de Ferro? Lixo!

Depois, tanto a imagem do Homem de Ferro quanto a do Homem de Ferro versão dark (Máquina de Guerra, eu sei, eu sei) estão nojentas. Muito cara de efeito especial fake.

Agora temos a melhor parte: reparem a cara dos personagens. É ou não é a coisa mais anos 90 que você viu hoje? Certeza que eles estavam pensando: “olhar para o horizonte me deixa muito fodão”. NOT.

Daí chegamos à Scarlett Johansson, essa pessoa de uma sensualidade sempre tão elegante e discreta. Em vestes de Viúva Negra, é difícil não olhar pra bunda da moça. Olhe a imagem de novo. Aposto que a primeira coisa que seu olho vai ver, será a curvatura flutuante da rapariga. É quase um imã. Não. Dá. Pra. Re.Sis.Tir.

Sem contar que parece que todo esse fogo está saindo justamente de lá. Seria esse o poder dela no filme? Explosão anal?

Enfim.

Tudo isso pra dizer que esse pôster é uma MERDA!

p.s: nem a parte do Mickey Rourke (que é a mais bacana) salva.

Os Famosos e os Duendes da Morte – Pôster

Bonito pôster do primeiro longa-metragem de Esmir Filho, um dos diretores do Tapa Na Pantera, curta que virou hit na Internet.

Os Famosos e os Duendes da Morte_Poster

Os Famosos e os Duendes da Morte terá sessões nos Festivais do RJ e de SP. Em tempo: sua estreia oficial deve passar de novembro para fevereiro. Mas nada confirmado ainda.

O Fantástico Sr. Raposo – Pôster (é hoje!)

Quando falei no post das estreias de que esta sexta-feira era a melhor do ano até agora, eu não fazia ideia de que ainda teríamos um pôster novo para Onde Vivem os Monstros e o primeiro para O Fantástico Sr. Raposo.

Sério, o que aconteceu hoje?! Os planetas se alinharam em favor das porcarias sagradas?! Será que é hoje que a Scarlett Johansson vai se apaixonar por mim?! Será que é hoje que eu fico rico?! Será? Será?

Ah, e o pôster não poderia ser mais… hm… Wes Anderson.

O Fantastico Sr. Raposo_Poster

=D

Onde Vivem os Monstros – Novo Pôster

É só eu sair para almoçar, que o MSN Movies divulga um novo pôster do filme mais aguardado por mim este ano.

Apesar de maravilhoso, não é tão poético e inspirado quanto este daqui, meu favorito.

Onde Vivem os Monstros_Poster3

Mesmo assim, EU PRECISO DE UM DESSES NO MEU QUARTO!

Onde Vivem os Monstros tem previsão de estreia no Brasil para janeiro.

Você pinta como eu pinto?!

Lá em Ghana, África, durante a década de 80, artistas geniais eram contratados para fazer adaptações mais genais ainda de pôsteres de filmes excepcionalmente geniais (assim mesmo, sem vírgula).

Quando o VHS tornou-se popular na região, um grupo de africanos saía pelas ruas levando o chamado “cinema portátil”. Para promover a exibição dos filmes, artistas (repito, geniais) eram contratados para pintar e colocar, em uma proporção maior, a capinha da fita VHS.

Mas eles tinham tanta imaginação que acabavam adicionando elementos inexistentes nos filmes. Coisa de gênio, sabe.

Bom, saca só o brilhantismo desses caras (com comentários).

Cujo (Lewis Teague, 1983)

Atenção ao corpo do cachorro. Na certa pensaram que o filme era sobre um cavalo. Ou então, uma continuação sangrenta para História Sem Fim.

O Exterminador do Futuro 2 (James Cameron, 1991)

Não, esse é du caralho. Confundiram Schwarzenegger com Steven Seagal. E detalhe que o corpo dele começa onde o braço termina – ou coisa assim. Melhor é “O” ser substituído por um “coração”. Claro, Terminator é tão romântico.

https://i0.wp.com/farm3.static.flickr.com/2624/3804605451_3a45ced8f5_b.jpg

Deadly Prey (David A. Prior, 1987)

Pô, esse é refinado. Rola uma perspectiva dos prédios, que têm até luzes acesas. Mas o que realmente impressiona é o quão pacífica está a “cabeça do pigmeu sem corpo”. Senti um sorriso da Monalisa ali, uma coisa meio misteriosa do tipo “você pensa que eu morri, né?!”

007 – O Espião Que Me Amava (Lewis Gilbert, 1977)

Uma obra de arte. Aqui, não dá pra saber se a moça é a donzela ou a vilã, de tão horrível que é sua expressão. E o carro?! Praticamente uma limosine infinita. Se prestar bastante atenção (mas muita mesmo) verá que o artista errou na hora de escrever “ME”, porque tem uma espécie de borrão embaixo. Bom, quanto a carpa… ah, deixa pra lá.

Se quiser apreciar mais destas magníficas obras, veja aqui o post do blog que eu peguei emprestado. ^^

(via Raqz)