Spike Jonze

Spike Jonze – The Suburbs

O novo curta do cineasta é, na verdade, o novo clipe do Arcade Fire (lembra da música do trailer de Onde Vivem os Monstros? Então, é dos caras!).

Anúncios

Onde Vivem os Monstros – Anúncios

Estou achando que serei obrigado a criar um blog exclusivo para Onde Vivem os Monstros. Já assisti ao filme duas vezes, estou considerando uma terceira ida ao cinema, e mesmo assim não consigo perder o encanto nem entender a fascinação que a produção de Spike Jonze causa em minha pessoa. Algo que nunca senti por nenhum outro filme…

Abaixo, os anúncios criados para “vendê-lo” aos votantes da Academia e a outras premiações.

Uma imagem mais linda que a outra.

Como prometido, em breve escreverei uma resenha completaça, detalhando todos os fatores que fazem dele um filme grandioso. Enquanto isso, fique com minha Pré-resenha.  ;-)

E quem ainda não viu o filme, corra! Ele estreou em pouquíssimas salas e não deve ficar em cartaz por muito tempo.

Pré-Resenha: Onde Vivem os Monstros

Como você bem sabe, Onde Vivem os Monstros (‘Where The Wild Things Are’, 2009) era o filme pelo qual eu estava mais ansioso para assistir este ano. Infelizmente, ele teve sua estreia adiada no Brasil para janeiro (antes dia 1º; agora dia 15). Felizmente, tive a chance de assisti-lo em uma cabine exclusiva na Warner ontem, 26 de outubro.

Peraí, mas por que no título do post está escrito “pré-resenha”?!

Simples: porque é impossível tirar claras (e concretas) conclusões do filme tendo o assistido apenas uma vez. Seria até injusto da minha parte citar sequências, apontar recursos de linguagem ou julgar com detalhes aspectos do roteiro. O filme é tão rico, que fica difícil absorver tudo com uma única assistida.

Por isso, o que escrevo a seguir são primeiras impressões, palavras rápidas sobre o novo trabalho de Spike Jonze; ou seja, uma quase-resenha (e espero que ela sirva para acalmar os nervos de quem está tão ansioso pelo filme como eu estava).

Onde Vivem os Monstros_Wallpaper

Engana-se quem pensa, pelos lindos trailers e pôsteres (ou até mesmo pelo livro adaptado, obra de Maurice Sendak), que Onde Vivem os Monstros é uma produção fofinha com bichinhos legais e crianças se divertindo.

Um aviso, meus caros: Onde Vivem os Monstros não é um filme fácil. É belíssimo, divertido e emocionante, sim. Mas sua complexidade vai muito além destes adjetivos.

A genialidade de Spike Jonze é tanta, que ele conseguiu criar, a partir de um livro infantil, uma produção densa, repleta de camadas que exigem uma cuidadosa reflexão. Arrisco a dizer – e espero não estar indo longe demais – que Onde Vivem os Monstros é uma espécie de Blade Runner dessa geração: um filme difícil, que não agradará a todos, mas que no futuro será descoberto, ganhará status de cult e se tornará objeto de estudo e análise sobre relacionamentos, estrutura familiar e outros tantos temas que dizem respeito à infância e seus conflitos.

Caray. Nunca imaginei que escreveria este tipo de coisa sobre esse filme. Mas é o que é.

Em breves palavras, a produção é impecável: o visual dos monstros causa estranhamento, rompe com o que estamos familiarizados e, por isso, os torna fascinantes. O garoto Max é um paradoxo; a incrível atuação de Max Records (sim, o nome do menino-ator também é Max) nos desperta inúmeros e conflitantes sentimentos. A trilha sonora de Karen O and the Kids é fantástica e cai como uma luva em cada cena do filme. As locações, a fotografia, a direção de arte… tudo é muito foda. Tanto a sequência inicial, quanto a final são de uma genialidade absurda, e me deixam comovido só de lembrar.

O ritmo do filme, no entanto, é bastante lento e arrastado. Não vá esperando grandes reviravoltas ou quebras inesperadas na narrativa. Estamos lidando com arte aqui, é preciso estar no clima para aproveitar ao máximo da experiência criada pelo cineasta.

Ainda assim, Onde Vivem os Monstros é a obra-prima definitiva de Spike Jonze. Um filme subversivo, impactante, belíssimo e que ficará com você por um bom tempo (acredite, cada vez que paro e penso sobre ele, encontro novos significados).

Mas ainda tenho muito a falar. Em janeiro, próximo à estreia do filme, prometo que farei uma resenha completaça, explicando em detalhes porque este é um dos melhores filmes que eu já vi, e as razões que podem torná-lo em um dos filmes mais cultuados do cinema moderno.

Ah, e a nota não poderia ser mais previsível: 10.

Let the wild rumpus start!

Onde Vivem os Monstros – Curta e Trilha

The Vampire Attack.

Curta que Spike Jonze fez junto com Max Records durante as gravações de Onde Vivem os Monstros.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Complexo, não?

[ATUALIZADO]

Fantástico making of da trilha sonora do filme mais cool do século.

Chega logo janeiro, chega.

O melhor é a cara riscada do Jonze (como se alguém tivesse feito aquilo enquanto ele dormia. rs).

Onde Vivem Os Monstros – Banners

A divulgação do novo do Spike Jonze começa a pegar fogo!

A Warner acaba de divulgar via MySpace, banners dedicados aos personagens principais. Lindos demais – meu preferido é o do Max.

Onde Vivem os Monstros_bannerOnde Vivem os Monstros_banner2Onde Vivem os Monstros_banner3Onde Vivem os Monstros_banner4

E, já que a Warner Brasil teve a brilhante ideia de empurrar seu lançamento no Brasil para janeiro, vamos torcer para que tenhamos, ao menos, cópias do filme em IMAX.

Vamos falar de Monstros?

mikedaley

Depois de ter visto o trailer de Toy Story em 3D umas 352 vezes, me lembrei de outro vídeo que também assisti muito, por volta de 418 vezes: o trailer de Onde Vivem os Monstros.

Acontece que ontem, o Brainstorm 9, um blog especializado em publicidade, criou um texto bem bacana sobre o filme. E este post que faço é para alertá-los sobre sua existência e recomendar sua leitura.

Ainda sobre o filme, para os que quiserem saber quais referências inspiraram o diretor Spike Jonze, sugiro que visitem o blog oficial da produção, o  We Love You So, o qual já falei por aqui. Já os que curtem ilustração e o livro de Maurice Sendak, corram para o Terrible Yellow Eyes, um blog que reúne uma coleção de trabalhos de diversos artistas que expressam, em linhas e cores, suas visões sobre a obra, como essa aí de cima e esta aqui debaixo.

kevin-angE continuem torcendo para que os rumores, de que a estreia do filme seria jogada para janeiro, não se confirmem.

QUEREMOS ONDE VIVEM OS MONSTROS EM OUTUBRO!

Blog monstruoso

Where the Wild Things Are

Você e todo mundo que me conhece sabe: Onde Vivem os Monstros é o filme que mais aguardo este ano e ponto. Por sorte minha (nossa, vai), esta semana a divulgação da produção ficou ainda mais interessante.

O diretor Spike Jonze criou um blog que mostra não apenas detalhes dos bastidores, mas, principalmente, as pequenas influências que ajudaram o projeto a ganhar vida. Assim como tudo visto sobre o filme até agora, o blog é simplesmente brilhante (do nome ao conteúdo).

Clique aqui, conheça e visite diariamente o We Love You So.

[ATUALIZADO]

A data de lançamento no Brasil foi alterada. A estreia do filme, antes prevista para 30 de outubro, será agora no dia 23. Parece pouco, mas uma semana é uma eternidade quando se espera um filme. =)